Bem Vindo!

Seja bem vindo(a) ao blog oficial da Escola Bíblica Dominical da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba. Sua participação e interação através deste blog é muito importante para o nosso trabalho. Deus abençoe!

Escola Bíblica Dominical

Escola Bíblica Dominical
Coordenador Geral Ev. Jorge Augusto

sexta-feira, 16 de abril de 2021

ESCOLA BIBLICA DOMINICAL ON-LINE - 18Abril2021 Assembleia de Deus em Curitiba


ADULTOS 
Lição 03 – Dons de Revelação
Pr. Ariel da Silveira
Congregação Sede

YouTube

Facebook


LIBRAS
Lição 03 – Dons de Revelação
Prof/Int Siléia Chiquini
Congregação Sede

YouTube

Facebook


DISCIPULADO
Lição 3 - Conhecendo a Salvação
Pr. Newton Campos
Congregação Sede

YouTube

Facebook


JOVENS
Lição 03 - Divisões na igreja
Pr. Natalino Das Neves
Comentarista da Revista
Congregação Sede

YouTube


JUVENIS 
Lição 03 - Por que Deus nos criou?
Pb Alan Polito M. Silva
Congregação Sede

YouTube

Facebook


JUNIORES
Lição 03 - O Deus Bondoso
Prof. Suzana Rocha
Congregação Jd. Petrópolis.

YouTube

Facebook
https://fb.watch/4VGmgbd3n4/

JARDIM DE INFÂNCIA
Lição 03 - O Nascimento do primo do meu amigo
Prof. Adriana Andreatta de Souza Pousa
Congregação Fernando de Noronha

YouTube

Facebook


PRIMÁRIOS
Lição 03 - A Primeira Mulher 
Tio Celso Marcondes
Congregação Jd Independência

YouTube

Facebook

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Subsídio Lição 3 - Dons de revelação

 

 

INTRODUÇÃO 

-Na continuidade do estudo dos dons espirituais, estudaremos os chamados dons de revelação, ou seja, a palavra da sabedoria, a palavra da ciência e o discernimento de espíritos.-Os dons de revelação têm o propósito de manifestar a onisciência de Deus no meio da Igreja. 

I A CLASSIFICAÇÃO DOS DONS ESPIRITUAIS

 -Depois de termos visto, na lição anterior, o propósito dos dons espirituais, passaremos a estudá-los um a um, consoante a lista apresentada pelo apóstolo Paulo em I Co.12:8-11.-É importante observarmos que, ao longo do Novo Testamento, encontramos três listas de dons, todas em cartas do apóstolo Paulo, listas estas que foram feitas sob inspiração do Espírito Santo mas com propósitos e contextos diferentes.

 -Destarte, não podemos considerar que tais listas sejam absolutamente distintas e que cada uma delas traz dons de natureza diversa, como se se tratassem de relações totalmente estanques, que não admitem nenhuma comunicação entre si.

 -Não podemos nos esquecer que o apóstolo Paulo escrevia suas cartas visando situações concretas enfrentadas pelas igrejas destinatárias e que seu objetivo primordial era cristalizar e consolidar a doutrina cristã numa igreja nascente, objetivo este, aliás, quer também o do Espírito Santo, que levou o apóstolo a escrever estas cartas para que seus ensinos pudessem superar o limite da própria geração apostólica. 

-Paulo traz uma lista dos dons espirituais ao tratar deste assunto com a igreja em Corinto. Com efeito, ao iniciar o capítulo 12 da primeira carta canônica àquela igreja, o apóstolo inicia dizendo que não queria que os coríntios fossem ignorantes a respeito dos dons espirituais e, a partir do versículo 8, fala de nove dons, a saber: palavra da sabedoria, palavra da ciência, fé, dons de curar, operação de maravilhas, profecia, dom de discernir os espíritos, variedade de línguas e interpretação das línguas.-Diante do fato de que Paulo fala destes dons como sendo dons espirituais (em grego, “carismas”), tem-se entendido que os dons espirituais são nove, ou seja, são nove as manifestações do Espírito Santo que, deforma especial e particular, promove a edificação, exortação e consolação da Igreja.

-Estes dons espirituais são manifestações do Espírito Santo, ou seja, como já vimos em lições anteriores, são “poderes extraordinários”, “poderes especiais” que o Espírito Santo reparte a alguns crentes, a fim de promover a edificação, exortação e consolação da Igreja, poderes estes que somente são conferidos a quem for previamente batizado com o Espírito Santo, já que não vemos, nas Escrituras, ninguém que tenha sido usado, na dispensação da graça, com tais dons que não tenha sido previamente revestido de poder

 

Quer continuar lendo? Para continuar lendo este artigo baixe os anexos nos links abaixo.Bons estudos.

  


Dinâmica Lição 03: Dons de Revelação

 

Dinâmica: Presentes do Espírito Santo

Objetivo: Conhecer os tipos de Dons Espirituais

Material:

03 caixas de presente.

Na caixa 01 colocar papel digitado com os dons de Revelação: Palavra da Sabedoria, Palavra da Ciência e Discernimento de Espíritos.

Na caixa 02 colocar papel digitado com os dons de Poder: Fé, Dons de Curar e Operação de Maravilhas.

Na caixa 03 colocar papel digitado com os dons de Elocução: Profecia, Variedade de Línguas e Interpretação das Línguas.

Procedimento:

- Falem que os Dons Espirituais são concedidos pelo Espírito Santo ao povo de Deus. Eles podem ser considerados como valiosos presentes.

- Apresentem as 03 caixas de presente e distribuam para 03 pessoas da classe.

- Solicitem que abram as caixas, uma de cada vez.

- Ao abri-las, peçam para olhar o conteúdo do presente. Então, ao retirar o papel digitado, solicitem para que o aluno leia para a turma.

- Quando for lido os nomes de todos os dons, falem que este será o tema das 03 aulas posteriores. Mas, na aula de hoje vamos estudar sobre os dons de revelação.

- Então, escrevam no quadro os dons de Revelação(Palavra da Sabedoria, Palavra da Ciência e Discernimento de Espíritos) e comecem o estudo do tema.

Por Sulamita Macedo.

fonte:  http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

 

sábado, 10 de abril de 2021

EBD ON-LINE IEADC - Domingo, 11abr2021

 ADULTOS
Lição 02 – O Propósito dos Dons Espirituais
Pr. Sandro Pereira
Congregação Sede
YouTube

Facebook

LIBRAS
Lição 02 – O Propósito dos Dons Espirituais
Prof/Int Siléia Chiquini
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://m.facebook.com/ieadctv/

DISCIPULADO
Lição 2 - Conhecendo Deus
Pr. Newton Campos
Congregação Sede
YouTube
Facebook


JOVENS
Lição 02 - Ação de graça pela igreja de Corinto
Prof. Anderson Souza
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://m.facebook.com/ieadctv/

JUVENIS 
Lição 02 - Quem é Deus
Prof. Rebecca Silveira Iensen
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://m.facebook.com/ieadctv/

JUNIORES 
Lição 02 - Deus se aborrece
Prof. Cristina Marçal
Congregações Capão Raso
YouTube
Facebook
https://m.facebook.com/ieadctv/

JARDIM DE INFÂNCIA
Lição 02 - O Nascimento do Meu Amigo 
Tia Regiani Ponciano  
Congregação Vila São Pedro
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4O4riP2yvo/


PRIMÁRIOS
Lição 02 - O Primeiro Homem 
Prof. Rosana Santos
Congregação Vila Augusta
YouTube
Facebook
https://m.facebook.com/ieadctv/

quinta-feira, 8 de abril de 2021

Subsídio Lição 2 - O propósito dos dons espirituais

 


 

INTRODUÇÃO

 -Dando início ao estudo dos dons espirituais, que constitui o primeiro bloco do trimestre, estudaremos o seu propósito.-Os dons espirituais têm o propósito de edificação, exortação e consolação da Igreja.

 DEUS É UM DEUS DE PROPÓSITO

 -Depois de termos visto em linhas gerais que são e o que representam os dons para a Igreja, passaremos ao estudo dos dons, sendo que o primeiro bloco do trimestre, que envolve as lições 2 a 5, tratará dos dons espirituais, entendidos estes como os dons dados pelo Espírito Santo particularmente aos membros do corpo de Cristo para a manifestação do que for útil, para a edificação, exortação e consolação da Igreja (I Co.12:7-11.-O apóstolo Paulo, ao dissertar a respeito dos dons espirituais, traz este ensino para uma igreja local que estava acostumada ao exercício destes dons, pois a igreja em Corinto é a única que é mencionada nas Escrituras como sendo uma igreja local em que dom algum faltava (I Co.1:7)

-Isto já nos mostra com clareza que, além da busca e do exercício dos dons, é fundamental que a igreja local não seja ignorante a respeito deles, ou seja, saiba efetivamente porque e para que o Espírito Santo entrega dons para a Igreja, a fim de que se cumpra o propósito para eles estabelecido pelo próprio Senhor.-Tal posicionamento do apóstolo Paulo, que não queria que houvesse ignorância a respeito dos dons espirituais (I Co.12:1) já desmonta a tese de muitos que cristãos se dizem ser que, dizendo-se “espirituais”, são anti-intelectualistas e arredios ao estudo das Escrituras, considerando que, “em havendo poder de Deus”, tudo estará resolvido e que não é necessário exercer uma fé racional e equilibrada, consoante os parâmetros estatuídos na Bíblia Sagrada. 

-A igreja em Corinto, apesar de ter todos os dons, o que é bom e jamais foi alvo de qualquer crítica ou censura por parte do apóstolo Paulo que, bem ao contrário, ensinava os coríntios a buscar com zelo os dons espirituais (I Co.14:1), tinha grandes e gravíssimos problemas e um dos fatores que ocasionavam estas imensas dificuldades estava, precisamente, a ignorância com relação aos dons espirituais.

Quer continuar lendo? Para continuar lendo este artigo baixe os anexos nos links abaixo.Bons estudos.
 
 

 

 

Dinâmica Lição 02: O Propósito dos Dons Espirituais

 

 

Dinâmica: Edificação da Igreja

Objetivo: Estudar sobre a atuação dos dons para edificação da Igreja, o corpo de Cristo.


Material:

01 desenho de uma pessoa em uma folha de papel madeira

01 quadro ou cavalete

01 pincel atômico

Procedimento:

- Organizem previamente(antes da aula), um desenho do contorno de uma pessoa em uma folha de papel madeira.

- Coloquem este desenho fixado no quadro ou parede ou cavalete.

- Perguntem: Quais os membros de um corpo?

Aguardem as respostas e acrescentem outros se não foram citados.

- Depois, afirmem: A Bíblia afirma que somos membros do corpo de Cristo, isto é, a igreja.

- Depois, leiam: “E ele é a cabeça do corpo, da igreja...” (Colossenses 1:18a).

Escrevam na cabeça do corpo a palavra CRISTO.

- Depois, leiam I Co 12.12, 18, 22, 25, 26 e 27:

“Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também. Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis. Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários; Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros. De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular”.

- Agora, escrevam os nomes dos alunos no desenho do corpo.

- Falem: Nós fazemos parte do corpo, cujos membros que têm dons e atuam no serviço cristão buscando a edificação do corpo de Cristo, promovendo o crescimento da Igreja.

- Para finalizar, leiam: “

“Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual todo o corpo, bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, faz o aumento do corpo, para sua edificação em amor” (Efésios 4:15-16).

Por Sulamita Macedo.

fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

sábado, 3 de abril de 2021

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL - IEADC - 04 de Abril de 2021 AULAS ON-LINE

ADULTOS

Lição 01 – E Deu Dons aos Homens
Pr. Ariel da Silveira
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4ElszwjeGO/

LIBRAS
Lição 01 – E Deu Dons aos Homens
Prof/Int Siléia Chiquini
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4ElwBO-VEK/

DISCIPULADO
Lição 1 - Conhecendo a Bíblia
Pr. Newton Campos
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4EbZrfwfXU/

JOVENS
Lição 01 - A primeira carta de Paulo à igreja de Corinto
Ev. Sendy Ferraz
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4Elz4hyMKW/


JUVENIS
Lição 01 - A bíblia é a palavra de Deus?
Prof. Alan Polito M.Silva
Congregação Sede
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4ElARDhrWt/


JUNIORES
Lição 01 - O Deus Criador
Prof. Suzana Rocha
Congregação Jd. Petrópolis
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4Elq03Mlt3/


JARDIM de INFÂNCIA
Lição 01 - O Meu Amigo Jesus 
Tia Adriana Andreatta de Souza Pousa
Congregação Fernando de Noronha
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4Elux97Mlh/


PRIMÁRIOS
Lição 01 - O Começo 
Tio Celso Marcondes
Congregação Jd Independência
YouTube
Facebook
https://fb.watch/4ElmtJ7ux7/

quinta-feira, 1 de abril de 2021

Subsídio Lição 1 - E deu dons aos homens

 


 

INTRODUÇÃO 

-Neste novo trimestre, estudaremos os dons espirituais e os dons ministeriais, estas ferramentas que o Senhor dá à Igreja para que haja uma vida espiritual abundante no meio do Seu povo.-O Senhor não só salva o homem, mas concede dons à Igreja para que haja um eficaz e eficiente serviço.

 I DEUS DÁ DONS AOS HOMENS 

-Damos início a mais um trimestre letivo da Escola Bíblica Dominical, em que estaremos a estudar os dons espirituais e os dons ministeriais. 

-O homem foi criado por Deus para manter, com o seu Criador, um relacionamento perpétuo, para que tivesse com Ele comunhão, ou seja, para que tivesse vida e vida em abundância (Jo.10:10). 

-Quando o homem pecou, perdeu esta comunhão com Deus e, assim, ficou despojado da sua própria razão de ser, da sua própria razão de viver. O homem somente se completa com Deus, pois o Senhor o fez de tal modo que tenha a eternidade em seu coração (Ec.3:11).

 -O homem sem Deus é um miserável, ou seja, é alguém que fica despojado de tudo quanto realmente importa em sua vida. Não é por outro motivo que o apóstolo Paulo, ao descrever a situação do homem no pecado, diz que é de um miserável (Rm.7:24), o mesmo estado que Jesus descreve como sendo o estado dos crentes da igreja de Laodiceia, que haviam deixado o Senhor do lado de fora de suas vidas (Ap.3:17).-Todas as coisas que o homem possui provêm de Deus, que é o dono de tudo, a começar de nossa própria vida (Sl.24:1), de modo que, em sentido rigoroso, tudo quanto temos é dom de Deus, como, aliás, disse Davi no instante em que amealhava recursos para a construção do templo (I Cr.29:14). 

-Assim, diante do pecado, o homem carece de receber de volta a vida , ou seja, a comunhão que tinha com o Senhor e que lhe dá a própria razão de existência. É por isso que o primeiro dom que recebemos de Deus é a vida eterna, dado por meio de Cristo Jesus. É o próprio Senhor quem nos define o que é a vida eterna: conhecer ao Senhor por único Deus verdadeiro e a Jesus, a quem Ele enviou (Jo.17:3).

 -A vida eterna foi dada a nós por meio de Cristo Jesus, Ele próprio um dom de Deus para que tenhamos a comunhão com o Senhor (Jo.3:16). 

-Mas o Senhor não Se limita a conceder o dom da vida eterna para o ser humano, o que já seria suficiente para que o homem alcançasse a bem-aventurança e a própria razão de sua existência. Deus não é mesquinho e, diante de Seu grande amor, quis dar ao homem outros dons, outras dádivas, para que o homem que n’Ele crê tenha uma vida espiritual abundante antes mesmo de alcançar a dimensão eterna.-O Senhor não só salvouo homem, mas, também, formou um povo para congregar todos os salvos, a Igreja. Foi esta grande revelação que Jesus trouxe aos Seus discípulos, depois que Pedro, por revelação do Pai, disse que Jesus era o Cristo, o Filho de Deus vivo (Mt.16:16-18).

 

Quer continuar lendo? Para continuar lendo este artigo baixe os anexos nos links abaixo.Bons estudos.
 
 

Dinâmica Lição 01: E Deu Dons aos Homens

 

 

Dinâmica: Tesouros em Vasos de Barro

Objetivo: Refletir sobre as dádivas, os tesouros que recebemos da Trindade.

Material:

01 vaso de barro pequeno

01 caixa revestida com papel dourado

¼ de uma folha de papel ofício com os dons digitados.

Procedimento:

- Leiam Gn 2.7a: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra...”

- Apresentem um vaso de barro e falem que este objeto representa nosso corpo, as pessoas, a humanidade.

Observação: dentro do vaso deve estar a caixa dourada.

- Falem: O homem gozava de um relacionamento precioso com Deus, mas com o pecado, o homem perdeu este tesouro( retirem a caixa dourada do vaso).

O homem perdeu a comunhão com Deus e ficou separado dEle, porém Deus por seu grande amor proveu a religação, através da salvação por meio de Jesus Cristo. Há dois grupos: os que não aceitam, preferindo permanecer sem o tesouro e os que aceitam, optando pelo resgate do tesouro.

- Leiam II Coríntios 4:6 e 7: “Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós”.

- Falem: Os que aceitam Jesus como Salvador, tem dentro de si um tesouro(coloquem a caixa dourada dentro do vaso).

- Falem também: Desde a conversão e no caminhar cristão, o Espírito Santo vem atuando em nossas vidas e recebemos dádivas espirituais, tesouros.

- Então, retirem do vaso a caixinha dourada e peçam para que 01 aluno abra pra ver o que é o tesouro. O aluno deverá ler o que contém o papel – a palavra DONS.

Por Sulamita Macedo.

fonte:  http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

 

sábado, 27 de março de 2021

VÍDEO AULAS DAS LIÇÕES


EBD - Adultos - Lição 13 – Voltados os olhos para a Bendita Esperança

 

 

EBD - Juvenis - Lição 13 - Igreja: as portas do inferno não a vencerão

 

 

EBD - Juniores - Lição 13 - Servimos a um Deus de amor

 

 

 EBD - Libras - Lição 13 – Voltados os olhos para a Bendita Esperança

 

 

EBD - Integração e Discipulado- Lição 13 - O Discípulo e o Evangelismo

 

 

EBD - Jovens - Lição 13 - A Oração de Paulo em favor do seu espinho

 

 

EBD - Primários - Lição 13 - Jesus, o Herói dos heróis

 

 

quarta-feira, 24 de março de 2021

Subsídio Lição 13 - Voltados os olhos para a bendita esperança

 

 

INTRODUÇÃO

 -Como temos visto nas lições deste trimestre, vivemos a dispensação da graça, que teve início no dia de Pentecoste e que se caracteriza, exatamente, pela atuação plena e indiscriminada do Espírito Santo, a ponto de alguns estudiosos a chamarem de "dispensação do Espírito".-Ora, o ato que encerrará a dispensação do Espírito será o arrebatamento da Igreja por Jesus, o que, de pronto, nos mostra que, para este evento e tudo que o cerca, haverá uma ativa participação por parte do Espírito Santo. É por isso que o apóstolo João narra no livro do Apocalipse que tanto o Espírito, quanto a Igreja anseiam pela volta do Senhor (Ap.22:17a).

I -A MENSAGEM DOS APÓSTOLOS SOBRE A VINDA DE JESUS 

-O verdadeiro pentecostalismo mantém viva a chamada esperança da volta de Cristo, é o segmento que prega o arrebatamento da Igreja e, assim, cumpre cabalmente o quanto está nas Escrituras sobre a vida cristã, que é uma vida de alguém que está a esperar o seu Senhor.-Ao anunciar a vinda indiscriminadado Espírito Santo, a fim de consolar e dar companhia à Sua amada Igreja, Jesus, como sempre, foi bem preciso e objetivo em Suas palavras. Afirmou que o Espírito Santo guiaria a igreja em toda a verdade, porque não falaria de Si mesmo, mas diria tudo o quetivesse ouvido e lhes anunciaria o que havia de vir. Disse, também, que o Espírito Santo glorificaria Jesus, porque receberia o que era do Filho e anunciaria o que seria de Cristo (Jo.16:13,14).

 -Vemos, portanto, que o Espírito Santo tem uma missão primordial: o de manter o nome do Senhor Jesus em evidência na Igreja, fazer com que a igreja tenha a direção de Cristo, que é a verdade (Jo.14:6), bem como anunciar tudo o que Jesus revelou aos homens da parte do Pai (Jo.15:15). -O trabalho do Espírito Santo, portanto, é apontar Cristo para o homem, em especial, para o povo que foi reunido e trazido para fora do pecado e do mundo, edificado pelo próprio Jesus, ou seja, a Sua Igreja (Mt.16:18). 

-Não é, portanto, coincidência alguma nem, muito menos, obra do acaso, o fato de o Espírito Santo ter inspirado seguidores de Jesus, a começar dos apóstolos, para que escrevessem os livros do Novo Testamento, a fim de que tudo o que havia sido predito e anunciado a respeito de Jesus por parte dos reis, sacerdotes e profetas da antiga aliança, fosse demonstrado cumprido na vida e obra de Jesus, bem como que se fixasse, por escrito, tudo quanto havia sido ensinado ou revelado pelo Senhor à Sua amada Igreja, pois "os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo" (II Pe.1:21, "in fine")

-Quando, portanto, contemplamos as Escrituras Sagradas, temos um trabalho que foi feito pelo Espírito Santo, uma obra realizada pelo Espírito, já que o tema, o assunto da Bíblia outro não é senão Jesus, que d’Ele testificam (Jo.5:39). -O Novo Testamento, a propósito, já foi elaborado na dispensação da graça, a confirmar, assim, aquilo que Jesus havia falado sobre os propósitos da vinda do Espírito Santo apósa ascensão do Senhor

 

Quer continuar lendo? Para continuar lendo este artigo baixe os anexos nos links abaixo.Bons estudos.
 

 

Dinâmica Lição 13: Voltados os olhos para a Bendita Esperança

 

 Dinâmica: Arrumando a Mala

Objetivo: Refletir sobre a necessidade de estar preparado para a Vinda de Jesus.

Material:

02 cartolinas

02 pincéis atômicos.

Procedimento:

- Escolham dois alunos e falem: Vocês ganharam uma passagem aérea para Paris e o voo será daqui a uma hora.

- Digam: Vocês têm 01 minuto para “arrumar a mala”.

- Mostrem a mala, que será representada pelo quadro branco ou a cartolina.


- Solicitem para que eles escrevam os nomes dos objetos que irão levar.

- Cronometrem o tempo não deixem passar nenhum segundo e em seguida peçam para que parem de escrever.

- Várias situações podem acontecer:

1 - Pelo pouco tempo, os 02 alunos não conseguirem arrumar a mala.

2 - Mesmo tendo pouco tempo, os alunos conseguirem arrumar a mala, colocando objetos de mais necessidade.

3 - Os alunos recusarem arrumar a mala, porque considera difícil arrumá-la em pouco tempo.

4 – Um aluno conseguir arrumar a mala e outro não.

Observação: Qualquer que seja o resultado, há lições a serem extraídas quanto ao tema da Vinda de Jesus.

- Falem: Vamos estudar sobre a Vinda de Jesus e este resultado pode nos remeter a preparação do crente para o arrebatamento que será num abrir e fechar de olhos.

Vejamos:

Para a situação 01: Não se prepararam para o Arrebatamento, negligenciou suas ações no tempo para a preparação.

Para a situação 02: Prepararam-se no tempo certo para o Arrebatamento, observou o tempo e as ações.

Para a situação 03: Recusaram-se o momento de preparação para o Arrebatamento, mesmo tendo sido avisado para se organizarem.

Para a situação 04: Um se preparou para o Arrebatamento no tempo certo e o outro descuidou-se.

- Falem: O importante é que todos estejam preparados para o encontro com Jesus no Arrebatamento.

- Para finalizar, falem: O estudo sobre a vinda de Jesus é o tema da lição de hoje.

- Então, comecem o estudo da lição.

Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com/

sexta-feira, 19 de março de 2021

SUBSÍDIO LIÇÃO Nº 12–A URGÊNCIA DO DISCIPULADO

 


 

INTRODUÇÃO

 -Além de evangelizar, a Igreja tem outra tarefa fundamental: a de aperfeiçoar os santos, a de promover o ensino da sã doutrina a tantos quantos chegam aos pés do Senhor.-Jesus foi bem claro ao determinar que, além de pregar o Evangelho a toda a criatura, a Igreja também “fizesse discípulos”, ou seja, “ensinasse as nações”(Mt.28:18,19). 

I A TAREFA DA IGREJA DE ENSINAR AS NAÇÕES

-O verdadeiro pentecostalismo, ao contrário do que dizem alguns, está comprometido com o ensino da Palavra de Deus, que é o outro pilar da missão deixada por Jesus à Sua Igreja.

 -O movimento pentecostal começou em um seminário teológico em Topeka, Kansas, no final do século XIX e foi entre os alunos que se debruçaram sobre as verdades pentecostais nas Escrituras que se deu o primeiro batismo com o Espírito Santo e onde estudou William Seymour,que foi o promotor do avivamento da rua Azusa.

 -Verdade é que, muito por causa dos deuteropentecostais e dos neopentecostais, bem como diante do anti-intelectualismo que surgiu entre os pentecostais clássicos, tal ênfase teve uma perda considerável que permitiu uma série de distorções que hoje fomentam e nutrem a apostasia espiritual neste segmento. Daí porque ser necessário retornar às raízes.

 A tarefa da evangelização, que foi analisada na lição anterior, está posta ao lado de uma outra atividade, asaber: o ensino. Ao Se dirigir aos Seus discípulos, o Senhor Jesus disse que eles deveriam ir e “ensinar todas as nações”, expressão esta que, em algumas versões, é traduzida por “fazei discípulos” ou “façam discípulos” (como na NVI), que é, mesmo, a tradução mais adequada para o verbo grego “matheteusate” (μαθητεύσατε), que se encontra no original. 

-Não basta, portanto, que a Igreja pregue o Evangelho, ou seja, proclame a Palavra de Deus, mas é preciso, também, que a Igreja “ensine as nações”, “faça discípulos”, cuidado este que era patente nos tempos apostólicos, a ponto de os apóstolos terem chamado para si esta tarefa, considerando, inclusive, não ser razoável deixar de se dedicar à oração e ao ensino da Palavra (At.6:2,4), sem falar no zelo de Barnabé com relação à primeira igreja gentílica, a de Antioquia (At.11:25,26) e dos conselhos que Paulo dá a Timóteo no sentido de jamais se descuidar com o ensino junto aos crentes (I Tm.4:12-16)

-Criada para ser a agência do reino de Deus aqui na Terra, a Igreja, ao mesmo tempo em que, para os que se encontram fora do reino de Deus, precisa ser a anunciadora da salvação, pregando o Evangelho, deve, para os que já viram e entraram no reino de Deus (Jo.3:3,5), ser a instruidora, aquela que ensina a Palavra de Deus aos que se converteram, a fim de que possam eles crescer espiritualmente e alcançar a unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo (Ef.4:13).-Não se pode ter igreja sem que se tenham “discípulos”, ou seja, sem que se tenham “aprendizes”, “alunos” do Senhor Jesus. O próprio Jesus deu prova disso ao escolher discípulos e treiná-los durante todo o Seu ministério terreno. 

Quer continuar lendo? Para continuar lendo este artigo baixe os anexos nos links abaixo.Bons estudos.