Bem Vindo!

Seja bem vindo(a) ao blog oficial da Escola Bíblica Dominical da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba. Sua participação e interação através deste blog é muito importante para o nosso trabalho. Deus abençoe!

Escola Bíblica Dominical

Escola Bíblica Dominical
Coordenador Geral Ev. Jorge Augusto

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Subsídio LIÇÃO Nº 4 – POSSESSÃO DEMONÍACA E A AUTORIDADE DO NOME DE JESUS


Resultado de imagem para autoridade em nome de Jesus

INTRODUÇÃO - Na sequência do estudo sobre batalha espiritual,, abordaremos o tema da possessão demoníaca - O diabo e seus anjos podem possuir pessoas, mas o nome de Jesus é poderoso para libertá-las. 

I – A POSSESSÃO DEMONÍACA - Na sequência do estudo sobre batalha espiritual, abordaremos o tema da possessão demoníaca. 
- Já temos visto que o diabo e seus anjos são seres espirituais que, num determinado instante na eternidade, fizeram a opção de se rebelar contra o Senhor e, portanto, pecaram, pecado que é irreversível, já que, na eternidade, não há o tempo, sedo única a oportunidade que os anjos tiveram de fazer uso de seu livre-arbítrio. 
- Assim que pecaram, o diabo e seus anjos foram expulsos dos céus, entendidos estes como a habitação de Deus, tendo ido ocupar os “lugares celestiais”, os “ares”, onde mantêm o seu “centro de operações”, se bem que, como seres espirituais sem habitação, estão sempre a “rodear a terra e passear por ela” (Jó 1:7; 2:2). Vêse, pois, que tais seres estão em constante movimento, lembrando que são milhares de milhares, milhões de milhões, já que um terço dos anjos seguiu a Satanás (Ap.12:4), e a quantidade de anjos existente, a mesma desde a sua criação, é de milhares de milhares e milhões de milhões (Dn.7:10; Hb.12:22; Ap.5:11).
- Criado o homem, de imediato, o inimigo de nossas almas se posicionou contra esta criatura, igualmente dotada de livre-arbítrio e feita para ter comunhão com o Senhor, buscando, de todas as formas, um meio para destruir esta amizade entre Deus e o homem. - Na sua investida contra a humanidade, vemos que o diabo se apresentou como “serpente” no jardim do Éden. Por isso, aliás, ele é chamado de “a antiga serpente” (Ap.12:9; 20:2). - Muito se discute sobre esta “aparição” de Satanás no Éden. Teria ele tomado a forma de uma “serpente” para, assim, dialogar com Eva, ou, então, teria “possuído” a serpente, fazendo-a falar ou, ainda, por meio de uma telepatia, utilizando-se da serpente e de seu poder sedutor, mantido um diálogo mental com a mulher? - Trata-se de questões que não encontram uma resposta no texto bíblico, mas, segundo uma das linhas de pensamento, teríamos aí um primeiro caso de “possessão”, “possessão” de um animal, o que não é

 Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.


https://drive.google.com/file/d/1dnja2IEpb0X1nHYEkpVhpBSqHVqkNCh2/view?usp=sharing





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça sua pergunta.