Bem Vindo!

Seja bem vindo(a) ao blog oficial da Escola Bíblica Dominical da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba. Sua participação e interação através deste blog é muito importante para o nosso trabalho. Deus abençoe!

Escola Bíblica Dominical

Escola Bíblica Dominical
Coordenador Geral Ev. Jorge Augusto

Fotos 19º SEMINÁRIO

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Subsídio LIÇÃO Nº 5 – CRISTO É SUPERIOR A ARÃO E À ORDEM LEVÍTICA

PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2018
Adultos - A supremacia de Cristo: Fé, esperança e ânimo na Carta aos Hebreus
COMENTARISTA: JOSÉ GONÇALVES
COMENTÁRIO: EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO


ESBOÇO Nº 5

Jesus é maior que Arão e que o sacerdócio levítico.

INTRODUÇÃO
- Na sequência do estudo da Carta aos Hebreus, analisaremos parte da perícope que abarca os capítulos 4:13 até 6:20, mais precisamente Hb.4:13-5:10.
- Jesus é maior que Arão e que o sacerdócio levítico.

I – A INSTITUIÇÃO DO SACERDÓCIO LEVÍTICO
- Na sequência do estudo da Carta aos Hebreus, analisaremos parte da perícope, ou seja, uma passagem bíblica que contém um assunto completo, que vai do capítulo 4:13 até o final do capítulo 6, que trata da superioridade de Cristo em relação a Arão e ao sacerdócio levítico.
- Na continuidade de seu argumento com relação à supremacia de Jesus Cristo e, particularmente, de sua superioridade em relação à lei mosaica, que os crentes judeus destinatários da carta estavam tentados a voltar a observar, depois de ter mostrado que Jesus é superior a Moisés e a Josué, o escritor aos hebreus passa a mostrar a superioridade de Cristo em relação a Arão, o primeiro sumo sacerdote e o ancestral de todos os sacerdotes, já que os sacerdotes israelitas necessariamente tinham de pertencer à família de Arão (Ex.28:1).
- É importante observar que, na presente lição, traçaremos os argumentos desta perícope sem nos adentrarmos no sacerdócio de Cristo, que é um sacerdócio especial, que será o tema da lição 7, visto que o escritor aos hebreus o desenvolverá amiúde. Limitemo-nos, pois, a este aspecto para que não tenhamos uma desnecessária repetição de assuntos durante o trimestre.
- Antes de analisarmos a superioridade de Cristo em relação a Arão, é oportuno que lembremos as circunstâncias que deram origem ao chamado de Arão e de sua família, enfim, porque e como surgiu o sacerdócio levítico.
- Quando o Senhor chamou Moisés para que este fosse libertar o povo, este ofereceu resistência ao chamado, apresentando uma série de dificuldades. Uma delas foi a alegação de que era ele “pesado de boca”, ou seja, sem eloquência, até porque, após quarenta anos cuidando das ovelhas de seu sogro Jetro, tinha Moisés perdido a fluência no idioma egípcio bem como os próprios modos palacianos em que fora criado (Ex.4:10).

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.





COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO 

Dinâmica Lição 05: Cristo é superior a Arão e à ordem levítica


Dinâmica: Entrando no Tabernáculo!

Objetivo: Estudar a obra redentora de Jesus, que é superior à dos sacrifícios levíticos.

Material:
Bíblia
01 figura do Tabernáculo
01 cartolina
01 tubo de cola
Palavras digitadas:
O Pátio – Corpo
O Lugar Santo – Alma
O Santo dos Santos – Espírito
0bservação: organizem um cartaz utilizando a cartolina e as palavras digitadas.

Procedimento:
1 - Falem: Nós somos comparados a um Tabernáculo(mostrem a figura do tabernáculo).
- Leiam, 2 Coríntios 5:1:
“Porque sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos de Deus um edifício, uma casa não feita por mãos, eterna, nos céus”.
- Falem: Então, o que pode representar as partes do Tabernáculo em relação ao corpo humano?
Para melhor compreensão, apresentem o cartaz:
O Pátio – parte externa: representa nosso corpo
O Lugar Santo – parte interna: representa a alma
O Santo dos Santos – parte mais interna: representa o Espírito
- Falem: Somos Tabernáculo de Deus, pois temos o Espírito Santo que habita e está em nós e gozamos da comunhão e presença do Senhor. Para termos este privilégio, nós entramos pela porta que é Jesus.
- Leiam: João 10:9:
“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens”.
2 - Peçam para que os alunos formem 01 círculo.
3 - Falem: Vamos dar um passo a frente, simbolizando nossa entrada pela porta no Tabernáculo – lugar de adoração ao Senhor.
4 - Falem: Este círculo representa nosso estado ou situação dentro do Tabernáculo. Podemos estar no Pátio, no Lugar Santo ou no Santo dos Santos.
5 – Para entrar no Pátio: este é o segundo passo(todos devem dar um passo para frente)
- Falem:
É lugar de adoração a Deus com santidade, separado do mundo.
Havia o Altar do Holocausto: Jesus ofereceu o sacrifício único, perfeito e completo, morrendo por nós, perdoando nossos pecados.
Havia também a Pia de Bronze: representa a limpeza de ação e pensamentos.
- Agora, realizem uma leitura do salmo 15:
“SENHOR, quem habitará no teu tabernáculo? Quem morará no teu santo monte?
Aquele que anda sinceramente, e pratica a justiça, e fala a verdade no seu coração.
Aquele que não difama com a sua língua, nem faz mal ao seu próximo, nem aceita nenhum opróbrio contra o seu próximo;
A cujos olhos o réprobo é desprezado; mas honra os que temem ao Senhor; aquele que jura com dano seu, e contudo não muda.
Aquele que não dá o seu dinheiro com usura, nem recebe peitas contra o inocente. Quem faz isto nunca será abalado”.
6 - Para chegar no Lugar Santo: é necessário o terceiro passo((todos devem dar um passo para frente)
- Falem:
Nele lugar, encontramos o Castiçal de Ouro: representa Jesus, a luz do mundo.
Leiam João 8:12:
“Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida”.
- Já andamos na luz que é Jesus. Temos o Espírito Santo que habita em nós, aqui simbolizado pelo azeite que alimentava a chama do castiçal.
Leiam Ef 5.18b:“...Enchei-vos do Espírito”.
- Falem: Havia também uma mesa com os Pães da Proposição, que nos remete a Cristo, o pão da vida. Precisamos nos alimentar diariamente de sua Palavra.
Leiam João 6:48: “Eu sou o pão da vida”.
- Falem: Havia o Altar do Incenso – lugar de oração e adoração ao Senhor. Devemos fazer o que está escrito no salmo 141.2: “Suba a minha oração perante a tua face como incenso, e seja o levantar das minhas mãos como o sacrifício da tarde”.
7 - Finalmente para chegar no Santos dos Santos – é o quarto passo((todos devem dar um passo para frente)
Nele havia a Arca da Aliança, que simbolizava a presença de Deus. Este lugar era específico para o sumo sacerdote, que entrava 01 vez ao ano.
Mas, hoje entramos no santuário através da obra redentora de Jesus. O Véu que separava a entrada foi rasgado.
- Leiam Hebreus 10:19-23:
“Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus,
Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,
E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,
Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa,
Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.”
- Para concluir, falem: Devemos desejar a presença de Deus no Santo dos Santos. Começando primeiro pelo pátio, depois pelo Lugar Santo e por fim no Santo dos Santos - lugar de comunhão na presença do Senhor. Isto só é possível pela obra redentora de Jesus, o sumo sacerdote perfeito.


Por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Subisídio Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés


PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2018

Adultos - A supremacia de Cristo: Fé, esperança e ânimo na Carta aos Hebreus
COMENTARISTA: JOSÉ GONÇALVES

COMENTÁRIO: EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

ESBOÇO Nº 3

Jesus é maior que Moisés.

INTRODUÇÃO
- Na sequência do estudo da Carta aos hebreus, analisaremos o capítulo 3.
- Jesus é maior que Moisés.

I – A POSIÇÃO DE MOISÉS
- Na sequência do estudo da Carta aos Hebreus, analisaremos o capítulo 3, oportunidade em que o escritor aos hebreus mostra a superioridade de Jesus em relação a Moisés, o legislador e o grande profeta de Israel.
- Antes, porém, de adentrarmos na análise do capítulo 3, é importante vermos qual a posição que Moisés ocupava entre os judeus, posição, aliás, que é ocupada ainda hoje entre eles.

- Em Dt.34:10-12, vemos que “nunca mais se levantou em Israel profeta algum como Moisés, a quem o Senhor conhecer cara a cara, nem semelhante em todos os siansi e maravilhas que o Senhor o enviou para fazer na terra do Egito, a Faraó e e a todos os seus servos, e a toda a sua terra, e em toda a mão forte, e em todo o espanto grande, que obrou Moisés aos olhos de todo o Israel”.

- Em Nm.12:6,7, o próprio Senhor disse: “Ouvi agora as minhas palavras



Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.