Bem Vindo!

Seja bem vindo(a) ao blog oficial da Escola Bíblica Dominical da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba. Sua participação e interação através deste blog é muito importante para o nosso trabalho. Deus abençoe!

Escola Bíblica Dominical

Escola Bíblica Dominical
Coordenador Geral Ev. Jorge Augusto

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Curso Pré Vestibular!





Dinâmica da Lição 01: O que é Evangelização (Adultos)



Dinâmica: Anunciando

Objetivo: Refletir sobre a evangelização e o que estamos fazendo para anunciar o plano de Salvação.

Material:
Chocolate para uma parte da turma.

Procedimento:
- Dividam a turma em 03 grupos.
- Orientem cada grupo da seguinte forma:
Grupo 1: Vocês receberão chocolate e quando estiver no grande círculo, deverão comê-lo imediatamente.
Grupo 2: Será oferecido a vocês chocolate, quando estiver no grande círculo, mas não deverão aceitá-lo.
Grupo 3: Vocês não receberão chocolate, não será oferecido chocolate para vocês, mas deverão pedir bastante, quando estiverem no grande círculo.
- Juntem os 03 grupos, formando um grande círculo.
- Agora, realizem os comandos para cada grupo, já expostos acima.
- Depois, perguntem: O que podemos refletir sobre a evangelização nestas 03 situações? O chocolate pode representar quem ou o quê?
O chocolate pode representar Jesus, o plano da salvação, a palavra de Deus.
Situação 01: São as pessoas que aceitam o convite de salvação, porque alguém evangelizou.
Situação 02: São as pessoas que ouvem, mas não aceitam, rejeitam a palavra de Deus.
Situação 03: São as pessoas que não são evangelizadas, tem sede de salvação, mas ainda não foram alcançadas.
- Para finalizar, reflitam sobre a importância da evangelização e o que estamos fazendo para anunciar o evangelho.


Por Sulamita Macedo.




Dinâmica: Evangelismo, missão suprema da Igreja

Prezado professor, neste trimestre, estudaremos a respeito da missão mais importante e urgente da Igreja: a evangelização de todos os povos.
Objetivo:
Mostrar que evangelizar é a missão mais importante e urgente da Igreja de Cristo.
Material didático:
Palitos de churrasco.
Atividade didática:
Apresente a nova revista e o tema do trimestre. Em seguida, faça a seguinte indagação aos alunos: "Qual a missão suprema da Igreja?". Ouça as respostas e diga que é a evangelização. Explique que a evangelização é responsabilidade de todos os crentes, e não apenas do pastor, evangelista e missionário. Em seguida, entregue a um aluno um palito de churrasco e peça que ele o quebre ao meio. Com certeza, o(a) irmão(a) não terá dificuldade em quebrar o palito. Diga que para a igreja cumprir sua missão na localidade onde ela está inserida também não terá tanta dificuldade, se cada crente for uma testemunha de Jesus. Depois pegue três palitos de churrasco e peça que outro(a) irmão(a) quebre os três juntos. Com certeza, o grau de dificuldade será maior, mas com esforço é possível. Em seguida, pegue uns 15 palitos e peça que outro(a) aluno(a) tente quebrar todos de uma vez. Com certeza, ele(a) não conseguirá. Então, distribua os palitos entre os alunos e peça que cada um quebre um. Diga que a tarefa se tornou possível e mais fácil, pois todos deram a sua contribuição. Mostre que assim é a obra missionária — sozinho, ninguém conseguirá fazê-la com sucesso, mas unidos conseguiremos alcançar o nosso bairro, cidade, país e as nações.
Fonte: Revista Ensinador Cristão Nº 67
Adaptada por Roberto José


Dinâmica: O Bombom da salvação
Objetivo:
Conscientizar os alunos da necessidade de pregarmos a mensagem da salvação todos.
Material didático:
Uma caixa de bombom
Atividade didática:
Previamente, abra a caixa e retire alguns bombons, deixando apenas uma quantidade que dê apenas para metade da classe. Diga aos alunos que você trouxe um prêmio para eles. Todos serão premiados pelo esforço, dedicação e participação nas aulas. Entregue a caixa a um dos alunos e permita que cada um pegue o bombom que preferir. É evidente que faltarão alguns bombons. Então, os que ganharam certamente irão reclamar. Pergunte o porquê das reclamações. Comente que é desagradável ver os outros se deliciarem com o chocolate enquanto apenas se observa. Diga-lhes que na vida espiritual é isso que vem acontecendo, enquanto muitos se deliciam com a mensagem da salvação, outros estão tristes desanimados, vivendo uma vida de pecados, pois não receberam, como vocês, o bombom espiritual do Evangelho. Se vocês ficaram chateados por não terem acesso a um simples bombom, imaginem se não tivéssemos o direito de ouvir a mensagem de salvação? Deus é justo e jamais procederia dessa forma. Ele não faz acepção de pessoas. Em seguida, pegue os bombons que você retirou e entregue aos alunos que não receberam. Enquanto você distribui os bombons conscientize seus alunos que a mensagem de salvação deve ser entregue a todos e não apenas a alguns.
Professor, antes de dar esta aula pesquise com muito afinco todos os pontos abordados em seu Plano de Aula, pois não adianta falar só de achismo, ou porque conheceu este Blog e acha suficiente para dar aula. Entenda que eu não conheço a realidade social, psicológica, física e espiritual de seus alunos, por isso, tente chegar no âmago das dúvidas de seus alunos, não os faça de meros espectadores de um "show" de conhecimento, pois isso não será suficiente, o conteúdo precisa de aplicabilidade para a situação de vida de seus alunos e isso é o mais importante. Deguste à vontade o conhecimento, mas não ache que irá inculcá-lo de uma hora pra outra nos seus alunos, por isso procure ser criativo na exposição do assunto.
Desejamos que esta aula seja portadora de grandes frutos para vida de seus alunos!
Por Roberto José
http://www.ensinadorcristao.com.br 

terça-feira, 21 de junho de 2016

Dinâmica da Lição 13: O cultivo das relações interpessoais (Adultos)


Dinâmica: Paz nos relacionamentos

Objetivos:
Refletir sobre a paz nos relacionamentos
Promover momento de descontração

Material:
- Texto “O Garotinho chamado amor”, ver no procedimento.
- Cartaz com o seguinte conteúdo:
AMOR - UM ABRAÇO
PAZ - APERTO DE MÃO
SORRISO - GARGALHADA
GARRA - TROCA DE LUGAR
BEM VINDOS - PALMAS
- 01 rolo de fita adesiva
- 01 cartolina ou mais se necessário
- 01 coleção de lápis hidrocor
- 01 pincel atômico

Procedimento:
- Organizem os alunos em círculo.
- Coloquem o cartaz em local bem visível.
- Falem: nós vamos ler um texto e (apontem para o cartaz) vocês deverão realizar os seguintes gestos correspondentes quando estas palavras forem lidas.
- Vamos fazer um ensaio?
Então, leiam a palavra e os alunos seguem a orientação ao lado do vocábulo.
Repitam pelo menos duas vezes.
- Depois, leiam o texto  “O garotinho chamado Amor”:
Era uma vez um garotinho chamado AMOR.
O AMOR sonhava sempre com a PAZ.
Certo dia descobriu que a vida só teria sentido quando ele descobrisse a PAZ e foi justamente nesse dia que o AMOR saiu a procura da PAZ.
Chegando ao colégio onde ele estudava, encontrou os seus amigos que tinham um SORRISO nos lábios e foi nesse momento que o AMOR passou a perceber que o SORRISO dos amigos, transmitia a PAZ. Pois percebeu que a PAZ existe no interior de cada um de nós e para isso basta dar um SORRISO.
E nesse instante, interferindo os pensamentos do garotinho AMOR, a turma gritou bem forte:
- AMOR, AMOR, você encontrou a PAZ que procurava?
O AMOR respondeu com muita GARRA:
- Sim! Sim! Encontrei. Vocês querem saber? Tragam a PAZ, um SORRISO bem bonito e sejam BEM-VINDOS!
Autoria desconhecida.
- Depois, perguntem:
Onde o garotinho chamado AMOR encontrou a PAZ?
Aguardem as respostas. Certamente as respostas vão apontar que a paz estava no interior dos colegas, demonstrada através do sorriso.
- Em seguida, falem que isto significa que cada um é responsável em promover a paz no ambiente no qual está, demonstrando bons relacionamentos com atitudes promotoras de paz.
- Agora, peçam para que cada aluno faça o contorno de uma de suas mãos numa cartolina e escrevam nela um atitude para promover a paz com os colegas e amigos da igreja, da rua e da família. Depois, coloquem este cartaz num lugar visível, com o título da lição, nome da turma e dos professores e a data.
- Para concluir, leiam “Segui a paz com todos...” Hb 12.14a.
Autoria desconhecida da dinâmica original



Esta versão da dinâmica por Sulamita Macedo.
fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/



Dinâmica: Revisão da Lição Maravilhosa Graça

Aproveite a última lição do trimestre para saber se os alunos compreenderam algumas ideias importantes da Epístola aos Romanos. Esta atividade vai dar a oportunidade de saber se seus alunos realmente compreenderam essas ideias. Caso perceba que eles estão com dificuldades, reforce as ideias. Aproveite também para perguntar o que mais gostaram e o porque.
Objetivo:
Revisão do trimestre.
Material didático:
Folhas e caneta.
Atividade didática:
Sente-se com seus alunos em círculo e faça um comentário geral a respeito de toda a Epístola aos Romanos. Depois, peça que os alunos formem grupos. Distribua as folhas e as canetas. Solicite que os componentes dos grupos coloquem os nomes nas folhas. Estabeleça um tempo de no máximo 10 minutos para que os alunos enumerem corretamente e leiam as referências. Recolha as folhas e corrija os exercícios. O grupo que tiver mais acertos será o vencedor.
1) A recompensa pelo pecado é a morte. Jesus morreu em nosso lugar.
2) Deus removeu a punição do pecado mediante o sacrifício de Jesus Cristo na cruz do Calvário.
3) Deus escolhe pessoas para propósitos específicos.
4) Deus vai nos dar um novo corpo no céu, não mais sujeito ao pecado e à morte.
5) Mediante a fé no sacrifício de Jesus Cristo, fomos declarados "sem culpa".
6) O Espírito Santo que passa habitar em nós depois da conversão nos ajuda a ser parecidos com Jesus.
7) Somente ela destrói o domínio do pecado
(  ) Graça - Romanos 6.1.2
(  ) Santificação - Romanos 5.2; 15.16
(   ) Justificação - Romanos 4.25; 5.18
(   ) Glorificação - Romanos 8.18,19
(   ) Eleição - Romanos 9.10-13
(   ) Expiação - Romanos 3.25
(   ) Redenção - Romanos 3.24; 8.23
GABARITO
(7) Graça
( 6) Santificação
( 5 ) Justificação
( 4 ) Glorificação
( 3 ) Eleição
( 2 ) Expiação
( 1 ) Redenção
Fonte: Revista Ensinador Cristão Nº 66
Adaptado por Roberto José
Dinâmica: Construindo pontes nos relacionamentos
Objetivo:
Trabalhar Relacionamentos e conflitos no trabalho.
Material didático:
Folha de papel A4 ou ofício,
Lápis ou caneta
Quadro de giz ou cartolina
Giz ou pincel atômico
História: O Construtor de Pontes.
Atividade didática:
Explique ao grupo que será feito uma atividade para autoanálise e avaliação de como estamos nos relacionando no trabalho. Distribua uma folha de papel A4 e peça para cada aluno dividir ao meio com uma caneta no sentido vertical. Após todos terem dividido as folhas pedir para que. Do lado esquerdo coloque a característica de uma pessoa que você teria dificuldade em se relacionar no ambiente de trabalho, por exemplo: falso, mentiroso, metido, entrão, bajulador etc. Do lado direito algo que não conseguem aceitar em si próprios, por exemplo: ser estourado, briguento, ansioso, impaciente, precipitado etc. Quando tiverem terminado, pedir para que abaixo da característica da pessoa que tem dificuldade para se relacionar, escrevam em poucas linhas os motivos que levam a essa dificuldade. Agora,  abaixo da característica que não aceitam em si mesmos, expliquem o motivo da não aceitação e que efeitos essa característica pode acarretar nos seus relacionamentos de trabalho. Quando todos tiverem terminado, pedir para deixarem de lado a folha e escutar história: O Construtor de Pontes.
História: O Construtor de Pontes
Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado. Mas agora tudo havia mudado.
O que começou com um pequeno mal entendido, finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio. Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta:
- Estou procurando trabalho, disse o homem que era carpinteiro.
- Talvez você tenha algum serviço para mim.
- Claro! disse o fazendeiro. - Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade é do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta. O carpinteiro disse, então: - Acho que entendo a situação. Mostre-me onde estão o martelo e os pregos.
O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade. O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro.
Quando o fazendeiro voltou, não acreditou no que viu: em vez da cerca, uma ponte havia sido construída ali, ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou: - Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei. Mas, as surpresas não pararam neste momento. Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão correndo, se aproximando de braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu lado do rio. O irmão mais novo então falou: - Você, realmente, foi muito amigo construindo esta ponte mesmo depois do que eu lhe disse! De repente, num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte. O carpinteiro que fez o trabalho aprontou-se, então para partir levando sua caixa de ferramentas. - Espere, fique conosco! Disse o fazendeiro. - Tenho outros trabalhos para você. E o carpinteiro respondeu: - Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir...
Autor: desconhecido
Discussão em classe.
Pergunte ao grupo:
-O que entenderam da história?
-O que costuma romper com as relações interpessoais?
- Podemos dizer que os principais problemas de relacionamentos são gerados por pequenas coisas ou coisas sem importância?
-Que lições podemos extrair da história? (Listar as respostas no quadro ou cartolina).
Depois de esgotada a discussão sobre os pontos acima, peça para que cada um retome sua folha e analise:
-No tópico: A importância das relações interpessoais. Procure mostrar que essa é uma relação de compartilhamentos de dores, alegrias, dissabores, confidências, bem como relações de amizade e respeito. Por isso, este tipo de relacionamento é tão importante na vida social do cristão. As relações interpessoais não seriam as mesmas se não houvesse o desenvolvimento de amizades entre as pessoas.
-No tópico As ameaças às relações interpessoais. Busque com os alunos alternativas de como solucioná-lo. Portanto busque uma forma de transformar essa característica em algo produtivo e melhor.
Concluir com o grupo que tudo seria mais fácil se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos e colegas do trabalho. Conversar, gostar, amar as pessoas com as quais temos afinidade é fácil. Mas como fazer com pessoas difíceis e com nossas próprias dificuldades? Como lidar com nossos desafetos? Como estender nossa mão amiga para ajudar a quem precisa em nossa convivência no sai a dia? Agindo assim poderíamos não mudar o mundo, entretanto, podemos e temos a autonomia de fazer do nosso mundo, nossa vida interior um lugar de paz e comunhão onde Cristo será glorificado.
Podemos começar agora!

Por Roberto José
http://www.ensinadorcristao.com.br 

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Dinâmica da Lição 12: Cosmovisão Missionária (Adultos)


Dinâmica: O Resgate

Objetivo: Exemplificar o ato de evangelizar e refletir sobre os resultados.

Material:
Lanternas, velas ou isqueiros para uma parte da turma (grupo 01).
TNT preto em tiras para vendar os olhos de alguns alunos (grupo 02).


Procedimento:
- Após trabalhar o conteúdo da lição, dividam a turma em dois grupos.
O grupo 01 representará aquelas pessoas que já ingressaram no Reino de Deus, isto é, ouviram e aceitaram Sua palavra. Para este grupo, entreguem uma lanterna, vela ou isqueiros.
O grupo 02 representará aquelas pessoas que estão no reino das trevas. Para cada aluno entreguem uma faixa de TNT de cor preta.
- Façam as explicações expostas no item acima para os alunos.
- Apontando para o grupo 01, leiam Cl 1.12 a 14. Então, peçam aos alunos deste grupo para que acendam as lanternas, velas ou isqueiros.
- Agora, apontando para o grupo 02, leiam II Co 4.4. Solicitem para que os seus componentes coloquem a venda(TNT preto) sobre os olhos.
- Em seguida, perguntem para o grupo 01: O que podemos fazer para resgatar aqueles que estão no reino das trevas?
Certamente as respostas serão dirigidas para o evangelismo, a propagação da mensagem de salvação.
- Então, solicitem para que os membros grupo 01, com suas lanternas acesas, cheguem até o grupo 02 e falem da mensagem do Evangelho.
Observação muito importante: Combinem previamente com o grupo 02, para que alguns aceitem e outros não aceitem a mensagem de salvação. O grupo 01 não deverá saber desse combinado.
- Aqueles que aceitarem deverão retirar a venda dos olhos e entrar no Reino de Deus, isto é, no grupo 01.
- Concluam, falando que devemos ser evangelizadores e que não estamos sozinhos, pois temos a ajuda do Espírito Santo. Reflitam ainda sobre os resultados da evangelização. Leiam Rm 10.14.
Por Sulamita Macedo.
Sugestão para conclusão do 2º. Trimestre – 2016:

Sugiro que vocês, professores, organizem pelo menos uma das formas indicadas abaixo, no texto pedagógico, para a conclusão do trimestre sobre o livro de Romanos.

Leitura e Avaliação de Livros da Bíblia

É muito comum fazer avaliação de leitura de um livro da Bíblia através de testes. Neste texto, sugiro 10 maneiras distintas, fugindo da forma tradicional de avaliar:
1 - Organizar Rodas de Leitura para discutir um livro se for pequeno e partes de um livro de for grande(muitos capítulos).
2 – Realizar dramatização de um trecho de um livro.
3 – Fazer um resumo de um livro; o professor deve apresentar um roteiro com alguns pontos interessantes que não podem faltar no resumo.
4 – Apresentar versículos ou parte da história que mais chamou atenção na leitura e explicar.
5 – Relacionar os nomes dos personagens bíblicos e escrever suas qualidades e defeitos, como também atitudes que mais gostou.
6 – Enviar um email para um colega da classe, falando sobre a leitura do livro e colocando fatos e versículos que mais chamaram a atenção. Fazer a cópia do email e levar no dia da avaliação.
7 – Desenhar um acontecimento do livro e explicar.
8 – Se for leitura de um livro poético, organizar um Sarau para os alunos recitarem os textos poéticos.
9 - Se for leitura do livro dos Salmos, escrever um salmo de agradecimento a Deus e apresentar para a turma.
10 – Fazer paródias sobre o tema do livro. É interessante que esta atividade desse ser feita em grupo. As músicas podem ser acompanhadas pelos alunos e seus instrumentos(caso saibam tocar).


Por Sulamita Macedo.
http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/

segunda-feira, 6 de junho de 2016

Dinâmica da Lição 11: A Tolerância cristã (Adultos)

Dinâmica: Tolerância Cristã

Objetivo: Refletir sobre a tolerância com o próximo.

Material:
- 03 palavras digitadas: SENHOR, DIA e COME
- 01 texto(veja abaixo no procedimento).

Procedimento:
- Dividam a turma em dois grupos.
- Entreguem para o grupo 01 a palavra DIA, para o grupo 02 a palavra COME. Todos deverão saber quais as palavras do seu grupo como também do outro grupo.
- Falem: Será lido agora um texto e quando for lida a palavra que vocês receberam, o grupo deverá ficar em pé imediatamente e depois sentar-se. Quando for lida palavra SENHOR todos deverão ficar em pé(se sua classe não for dentro do templo, os alunos podem bater palmas ao invés de ficar em pé).
Texto para leitura: Romanos 14. 4 a 6
“Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.
Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente.
Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus”.
- Comecem a ler o texto e parem após a leitura do primeiro versículo e falem: Acho que alguém não entendeu ou não teve atenção, foi só um ensaio. Mas, vamos recomeçar.
Então, reiniciem a leitura e observem o comportamento dos alunos com relação a tolerância ao colega que não está realizando a ação de forma rápida ou até mesmo porque não está atento ou não prestou atenção as orientações dadas no início da dinâmica. Não corrijam nenhuma atitude, mas continuem lendo o texto até o final.
- Agora, trabalhem com os alunos as seguintes ideias.
Estar pronto para praticar algo é necessário conhecer a orientação e obedecer.
Estar atento para ouvir se o comando é para você e para o grupo.
Ser tolerante com o colega que não apresentou a atenção aos comandos.
Até que ponto a tolerância pode continuar?
Há alguém que está cometendo erro de forma deliberada ou não, como proceder?
Há alguém que errou no início e depois desistiu?
Há alguém que, mesmo cometendo erros no início, depois procurou ter atenção as regras e obedeceu?
- Agora, façam relação dessas ideias sobre a tolerância ao outro, tratá-lo com respeito e amor, não julgando-o, pois essa deve ser a nossa atitude como crentes alcançados pela graça de Deus.
Ideia original desconhecida da utilização de texto, palavras-chave e movimentos para dinâmica.
Elaboração desta dinâmica por Sulamita Macedo.

Sugestão para conclusão do 2º. Trimestre – 2016:

Sugiro que vocês, professores, organizem pelo menos uma das formas indicadas abaixo, no texto pedagógico, para a conclusão do trimestre sobre o livro de Romanos.

Leitura e Avaliação de Livros da Bíblia

É muito comum fazer avaliação de leitura de um livro da Bíblia através de testes. Neste texto, sugiro 10 maneiras distintas, fugindo da forma tradicional de avaliar:
1 - Organizar Rodas de Leitura para discutir um livro se for pequeno e partes de um livro de for grande(muitos capítulos).
2 – Realizar dramatização de um trecho de um livro.
3 – Fazer um resumo de um livro; o professor deve apresentar um roteiro com alguns pontos interessantes que não podem faltar no resumo.
4 – Apresentar versículos ou parte da história que mais chamou atenção na leitura e explicar.
5 – Relacionar os nomes dos personagens bíblicos e escrever suas qualidades e defeitos, como também atitudes que mais gostou.
6 – Enviar um email para um colega da classe, falando sobre a leitura do livro e colocando fatos e versículos que mais chamaram a atenção. Fazer a cópia do email e levar no dia da avaliação.
7 – Desenhar um acontecimento do livro e explicar.
8 – Se for leitura de um livro poético, organizar um Sarau para os alunos recitarem os textos poéticos.
9 - Se for leitura do livro dos Salmos, escrever um salmo de agradecimento a Deus e apresentar para a turma.
10 – Fazer paródias sobre o tema do livro. É interessante que esta atividade desse ser feita em grupo. As músicas podem ser acompanhadas pelos alunos e seus instrumentos(caso saibam tocar).


Por Sulamita Macedo.
http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/